Escalões IRS 2013

Escalões IRS 2013

Escalões IRS 2013

Já foram anunciadas as alterações para os escalões IRS 2013, sendo que no próximo ano a tabela de IRS 2013 vai contar apenas com 5 escalões ao invés dos 8 que vigoram à data de hoje, estas medidas foram anunciadas à dias na conferência de imprensa dada por Vitor Gaspar actual ministro da finanças como alternativa ao tão controverso aumento da TSU.

Infelizmente para os portugueses este aumento das taxas nos escalões IRS 2013 vai traduzir-se num aumento substancial de imposto a pagar, o que não facilita em nada a vida de quem já está no limiar de carência financeira.

Mas na realidade ainda ninguém consegue perceber ao certo as medidas que foram anunciadas no passado dia 3 de Outubro, isto porque falou-se num aumento enorme do imposto sobre o rendimento, diminuição dos escalões irs 2013 e aplicação de uma sobretaxa extraordinária. O certo é que os porugueses vão perder mais poder de compra e se as dificuldades já eram grandes, com esta situação ainda vão ficar piores para as famílias.

Tabela Escalões IRS para 2013

Ainda não são conhecidas as tabelas com os novos escalões de IRS para 2013 e existem várias questões ainda por esclarecer, mas o que sabemos é que:

- Vai existir uma redução dos escalões de IRS (de 8 para 5);

- O último escalão de IRS 2013 sobe dos actuais 46.5% para 54,5%;

- Diminuição das deduções (dependendo do escalão em que o contribuinte está inserido); e

- Aplicação da nova sobretaxa de 4%.

Mas certezas só as teremos aquando da apresentação do OE2013 (Orçamento de Estado para 2013).

Para além da redução do número de escalões de IRS 2013, Vítor Gaspar anunciou ainda uma sobretaxa extraordinária de 4% no IRS, maior do que a sobretaxa de 3,5% aplicada no ano anterior.

Sobretaxa Extraordinária IRS

Para além das alterações aos escalões de IRS para 2013, o ministro anunciou também uma nova sobretaxa extraordinária IRS no valor de 4 pontos percentuais, isto é, os contribuintes vão um aumento de imposto duplo no próximo ano, por um aldo a alteração aos escalões e por outro lado um acréscimo de imposto com a aplicação da sobretaxa. No entanto, é importante saber que todos os contribuintes que aufiram rendimentos mensais iguais a um salário mínimo nacional, não vão pagar esta sobretaxa estraordinária no IRS 2013, assim como já aconteceu no ano anterior.

A este agravamento significativo de imposto para os trabalhadores portugueses, vai ainda acrescer o já anunciado aumento do IMI que vai ser a doer, isto porque deixa de vigorar a  cláusula de salvaguarda que limitava os aumentos até um máximo 75 euros/ano, esta situação vai-se traduzir num elevado aumento do imposto (IMI) a pagar pelos propietários já em 2013 e 2014 (NOTA: ao que parece e de acordo com as últimas notícias divulgadas nos dias 09 e 10 de Outubro, esta medida não tem o consentimento de todos os partidos, logo a rejeição desta salvaguarda poderá não seguir para a frente, mantendo-se assim um tecto máximo de 75€ nos aumentos do IMI, aguardam-se mais novidades).

A todas estas medidas juntar-se-ão outras já anunciadas, nomeadamento o aumento taxas de retenções sobre rendimentos de capital, a criação de um imposto sobre as transações financeiras, aumentos acrescidos na tributação do tabaco e de bens de luxo, etc. Agora só nos resta aguardar pela apresentação do Orçamento de Estado do próximo ano e ver que medidas de austeridade extra nos aguardam.

GD Star Rating
loading...
Escalões IRS 2013, 10.0 out of 10 based on 1 rating
Nuvem de pesquisas:
  • escaloes irs 2013
  • tabela de irs para 2013
  • escalão irs 2013
  • irs escaloes 2013
  • tabela dos escaloes de irs 2013